É impossível ser feliz sozinho

24 de fevereiro de 2010

última vez.



Um silêncio gritante separava nossos corpos aparentemente tão próximos. Em meus pensamentos eu o beijava e  abraçava. Em minha realidade eu estava imóvel. Ao chegar em casa lágrimas e soluços finalizaram um romance, até que demos o último abraço. Sonhos e planos jamais serão esquecidos, raivas e mágoas já foram perdoadas e isso é o que faz sofrer... Eu sei que vai passar, mas quando?   Pra falar a verdade eu não tenho pressa, a nostalgia me faz bem, pois lembro que ao seu lado até os mals momentos eram motivos para sorrir. Pode ser que eu chore, pode ser que não venhamos a compartilhar momentos felizes como outrora, mas quem se importa? Ninguém tirará o tempo bom que tivemos. Não vou viver de passado, apenas penso que tudo mesmo que chegue ao fim é um presente ganho...  Eu não tenho mais a minha primeira boneca, mas não esqueço o quanto fiquei feliz ao ganhá-la.  E assim será com você, meu amor.


'' Não digas: ''O amor é triste.''
Que é que tu conheces do amor?''
                                          (Cecília Meireles)
                                  
                                  





4 comentários:

  1. "Só por hj não quero mais te ver, só por hj não vou tomar minha dose de vc. Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam. e essa abstinência uma hora vai passar..."

    ResponderExcluir
  2. A citação da C.M casou certinho (;

    ResponderExcluir
  3. Não ter resposta não é confusão, acho que é o caminho. A dúvida é movimento e já que citamos os patriarcas, vou citar o meu: "O importante é se movimentar, mesmo que você não saia do canto, mesmo que você só vá para frente e para trás, o importante é se movimentar". Acho que a gente deve ser quem se conhece menos por achar que conhece mais, eu não sei, acho um monte de coisa e (me) perco depois...
    Ah, medo? Perca ou guarde embaixo da cama! Palavras são sempre bem-vindas!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir